Sicredi União RS - Quais as tendências para o mercado de investimentos?
Sicredi Unio RS

Sicredi União RS

Assessoria de imprensa

Quais as tendências para o mercado de investimentos?

Publicado em 23 de Março de 2018
Investimentos Tempo de leitura: 05'01"
0 0

Não tem para onde fugir. A tecnologia está a frente de tudo nesta era.


E por isso é importante saber quais são as tendências para o mercado de investimento, estar de olho na expectativa para este ano e entender como as instituições podem atingir melhores resultados e enfrentarem os desafios.


O que esperar de 2018?


Há três anos que o mercado financeiro vem crescendo. Se em 2016 havia uma expectativa muito grande de que o próximo ano seria de boas oportunidades no mercado financeiro, marcando assim o início de uma retomada econômica no Brasil, 2017 provou que, sim existiam excelentes oportunidades de investimento.  


Neste ano não será muito diferente em resultados. Saímos daquela recessão e estamos em recuperação. Pelo menos até o início da corrida das eleições, onde é possível que o cenário seja de inconstância.


Mas antes disso, ainda temos alguns meses pela frente. Sem contar que isso não é motivo para se desesperar. É preciso saber aproveitar as oportunidades para conseguir alcançar ótimos resultados. Afinal, ainda que existam incertezas política e econômicas em pauta, também existem chances de aquecimento e estabilidade e esse é o momento ideal para os melhores investimentos.



O que é tendência?


Não há soluções únicas para investir. O mercado é plural e com perfil diferente e, consequentemente, há aplicações diferentes. Mas o que acaba sendo a maior tendência em todos os negócios é o uso da tecnologia. Ela é o carro chefe e que vai guiar todas as outras tendências.


Cada vez mais a tecnologia estará integrada dentro de ambientes de bancos e empresas financeiras. Mas não só essas. As soluções modernas de TI continuarão a auxiliar as instituições a entrarem em uma nova era, flexibilizando os serviços, tornando-os ágeis e convergindo.



De olho na economia colaborativa


Empresas como o Uber e o Airbnb mostram a nova tendência de mercado: tecnologia aliada a oferecer produtos e serviços de forma compartilhada. Isso se aplica ao fato da sociedade cada vez mais falar sobre sustentabilidade e efeitos do consumismo desenfreado. O resultado disso vem como economia colaborativa.


Segundo a PricewaterhouseCoopers, em 2025 a tendência é que o mercado de economia colaborativa movimente cerca de US$ 335 bilhões. Por isso, fique de olho em ideias que tenham foco nessa economia.



Saúde é o que interessa, ao mercado também?


Faz um tempo que as tendências de investimentos estão na busca por  uma vida saudável e maior qualidade de vida por parte das pessoas. Então fique atento a isso.


Só para você ter uma ideia, o Brasil ocupa a quinta colocação no ranking de vendas de comidas e bebidas saudáveis. E a expectativa é de que o setor de alimentação saudável cresça até 50% até 2019. .



Como sua empresa tem investido em tecnologia?


Fique atento. Seu investimento precisa ter como principal aliada a tecnologia. Uma pesquisa da Gartner estimou que em 2018, os orçamentos terão um acréscimo de 4,5%, chegando a US$ 3,7 trilhões.


Os principais impulsionadores deste crescimento serão iniciativas na área de negócios digitais, blockchain, internet das coisas e a evolução dos sistemas de análise de dados baseados no conceito de big data para a inteligência artificial.


Isso tudo tem um foco: a experiência do usuário. Afinal, cada vez mais o cliente está disposto a gastar mais por uma boa experiência de consumo.



Não deixe para o ano que vem no investimento que você pode fazer neste ano


É preciso ficar sempre de olho nas tendências do mercado de investimento, afinal, como você bem sabe, cada ano as mudanças são muito diferentes uma da outra. Quem deixa para investir depois, sai perdendo.


Faça uma boa análise do mercado antes de investir. É essencial para o sucesso do seu negócio.


Até a próxima.



Investimentos
0 0
Sicredi Unio RS

Sicredi União RS

Assessoria de imprensa

Pergunte ao Sicredi